Bahia discute estreitamento de laços comerciais com Cuba


19/09/2023 02h44 | Por: Ascom/SDE

Bahia e Cuba têm avançado em suas relações comerciais. Representantes do Governo do Estado e do país da América Central se reuniram nesta segunda-feira (18) com objetivo de fortalecer conexões, trocar experiências e firmar negócios. O encontro, liderado pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), a partir de uma solicitação do governador Jerônimo Rodrigues, contou com as participações das secretarias da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri) e do Desenvolvimento Regional (SDR), além da Câmara do Comércio Exterior e dos Ministérios do Comércio Exterior e Comércio Interior de Cuba.

A reunião foi presidida pelo secretário da SDE, Angelo Almeida, que destacou que o encontro contribui com a relação de irmandade que já existe entre o povo da Bahia e o povo cubano e promove o fortalecimento das trocas comerciais, das relações de experiências, seja na agricultura, na indústria, no turismo ou na biotecnologia. “A Bahia pode atrair investimentos cubanos em setores como turismo, energias renováveis, agricultura e infraestrutura, enquanto Cuba pode oferecer oportunidades para empresas baianas em áreas como saúde, biotecnologia e educação”, pontuou.

Foto: Ascom/SDE

O presidente da Câmara do Comércio Exterior de Cuba, Antonio Luis Carricarte Corona, definiu o encontro como uma “excelente reunião” e destacou que nele ficou identificado a potência que o Brasil possui na região Nordeste, e em especial na Bahia. “Essa é uma visita que atrai um projeto que pode orientar a participação dos empresários brasileiros em Cuba, desde a exportação de produtos alimentícios e produtos para a produção animal, mas também na participação de negócios em conjunto com Cuba, que permitam produzir alimento, energia renovável, aumentar o turismo e fazer o desenvolvimento industrial acontecer”, disse.

Foto: Ascom/SDE

Na ocasião foi definida a criação de um grupo de trabalho composto por representantes do estado e do país, para aprofundar as discussões. “Essa parceria não apenas promove o crescimento econômico, mas também fortalece os laços culturais e sociais entre as duas regiões, criando um ambiente propício para a colaboração e o desenvolvimento mútuo. Com a criação desse grupo de trabalho, poderemos criar um canal permanente de debate e aprofundar o diálogo”, finalizou Almeida.

Também participam da reunião a Associação Baiana de Avicultura (ABA), a Associação dos Distribuidores e Atacadistas (ASDAB), a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX Brasil), o Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do Leite do Estado da Bahia (Sindleite) e do Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Abate Animal e Afins no Estado na Bahia (Sindcarne-BA), além de empresas cubanas.


Veja também

2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais
SSP promove 2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais
Governo do Estado autoriza compra de Veículos Blindados Táticos para Polícias Militar e Civil
Governo do Estado autoriza compra de Veículos Blindados Táticos para Polícias Militar e Civil