Exploração da Tragédia: Prefeitura de Teixeira de Freitas utiliza acidente para fins políticos


12/04/2024 00h52 | Por: Redação/teixeiraurgente

A tragédia que assolou a BR-101 próximo à cidade de Teixeira de Freitas na madrugada da última quinta-feira, 11 de abril, deixando 9 pessoas falecidas e 24 feridas após um terrível acidente envolvendo um ônibus de turismo, deveria ser um momento de luto e reflexão para toda a comunidade. No entanto, para a Prefeitura local, foi uma oportunidade de autopromoção na área da saúde.

Sem perder tempo, a administração municipal utilizou suas redes sociais oficiais para destacar o atendimento prestado aos pacientes que deram entrada no Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF). Em uma tentativa de utilizar a tragédia como um veículo para impulsionar a imagem da saúde pública, negligenciaram o fato de que há anos a gestão tem deixado a desejar nesse aspecto.

A reação da população não demorou a chegar. Críticas e reprovações inundaram os comentários das publicações, mostrando o descontentamento e a desaprovação da comunidade em relação à maneira como a administração lidou com a situação. Mas ao invés de acolher essas críticas e promover um diálogo construtivo, a resposta da Prefeitura foi deletar as mensagens e desativar os comentários, numa tentativa clara de silenciar as vozes daqueles que se sentiram desrespeitados e indignados.

É lamentável que uma tragédia como essa tenha sido utilizada como palco para interesses políticos mesquinhos, em vez de ser um momento de união e solidariedade. A população de Teixeira de Freitas merece uma gestão que priorize o bem-estar e a segurança de seus cidadãos, em vez de buscar oportunidades de autopromoção em momentos de dor e sofrimento.


Veja também

2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais
SSP promove 2º Nivelamento Interfederativo para Guarda Municipais
Governo do Estado autoriza compra de Veículos Blindados Táticos para Polícias Militar e Civil
Governo do Estado autoriza compra de Veículos Blindados Táticos para Polícias Militar e Civil